quarta-feira, abril 02, 2008

Surrealismo

O Surrelismo é o filho legítimo do Dadá que, assim como o Futirismo, começou como um movimento literário promovido por André Breton, inspirados nas idéias de Freud sobre o inonsciente, a análise dos sonhos (psicanálise).

"Tamanha é a crença na vida, no que a vida tem de mais precário, bem entendido, a vida real, que afinal esta crença se perde. O homem, esse sonhador definitivo, cada dia mais desgostoso com seu destino, a custo repara nos objetos de seu uso habitual, e que lhe vieram por sua displicência, ou quase sempre por seu esforço, pois ele aceitou trabalhar, ou pelo menos, não lhe repugnou tomar sua decisão ( o que ele chama decisão! ) . Bem modesto é agora o seu quinhão: sabe as mulheres que possuiu, as ridículas aventuras em que se meteu; sua riqueza ou sua pobreza para ele não valem nada, quanto a isso, continua recém-nascido, e quanto à aprovação de sua consciência moral, admito que lhe é indiferente. Se conservar alguma lucidez, não poderá senão recordar-se de sua infância, que lhe parecerá repleta de encantos, por mais massacrada que tenha sido com o desvelo dos ensinantes. Aí, a ausência de qualquer rigorismo conhecido lhe dá a perspectiva de levar diversas vidas ao mesmo tempo; ele se agarra a essa ilusão; só quer conhecer a facilidade momentânea, extrema, de todas as coisas. Todas as manhãs, crianças saem de casa sem inquietação. Está tudo perto, as piores condições materiais são excelentes. Os bosques são claros ou escuros, nunca se vai dormir." (A. Bretton: 1924)

TRECHOS DO MANIFESTO:

“A atitude realista é fruto da mediocridade, do ódio, e da presunção rasteira. É dela que nascem os livros que insultam a inteligência.”
“A mania incurável de reduzir o desconhecido ao conhecido, ao classificável, só serve para entorpecer cérebros.”
“Oxalá chegue o dia em que a poesia decrete o fim do dinheiro e rompa sozinha o pão do céu na terra.”

A arte do INCONSCIENTE

Arte improvisada – sem o controle consciente: Joan MIRÓ

Arte alucinatória com técnicas realistas: Salvador DALI e René MAGRITTE


Miró (1893 – 1983) tentou consistentemente banir a razão e soltar o inconsciente.

Noturno

Olhos


Dalí (1904 – 1989)baseou sua técnica no que chamou de “paranóia crítica”.É sem dúvida o mais conhecido pintor surrealista.
http://www.salvadordalimuseum.org/home.html

A persistência da Memória


O Sono


O Gabinete Antropomórfico

“A única diferença entre os loucos e eu é que eu não sou louco.” Dalí


Magritte (1898 – 1967), assim como Dalí, pintou imagens ilógicas, pertubadoras e usou o domínio da técnica realista para desafiar a lógica.

O Espelho Falso


Golconde




Isso não é um cachimbo

http://www.magritte.com/

5 comentários:

juliana disse...

Oi professora!
tive duvida na parte do texto que fala "a arte alucinatória com tecnicas realistas", não consigo enxergar o realismo nas formas, ainda mais se são formas alucinatórias e chegam até a serem um tanto "abstratas", sem sentido!

Juliana, sala 60.

Taciana disse...

Oi Juliana
É que existe uma diferença muito importante em realismo no tema e realismo na técnica. Ser realista no tema é mostrar algo que realmente existe, de maneira real... ok. (inclusive pode existir realismo no tema, sem realismo na técnica)
A técnica realista está relacionada com o jeito de pintar. Dalí e Magritte dominam tanto o jeito de pintar realista que usam isso pra causar ainda mais desconforto. Ter técnica realista é fazer com que a imagem parece real (lógico que no caso do Dali ou do Magritte é proposital!). Mas olhe pras pinturas... os traços são perfeitos. As formas são estranhas, alucinadas... Mas são perfeitas. Um corpo deformado do Dali parece realmente um corpo deformado e nos causa mais estranhamento exatamente por isso... Se a gente olha um corpo deformado que foi feito sem esse domínio da técnica realista não temos tanto estranhamento, pq de cara entendemos que é uma pintura fantasiosa. Essa é a magia do surrealismo. É como num sonho... O nosso sonho parece um filme, mas às vezes sonhamos com coisas estranhas... Não sonhamos em "desenho animado", mas como se fosse um filme mesmo, com "atores" de carne e osso. Entendeu??

SALA O3 - ETAPAVALINHOS disse...

Sora, só para falar que o seu site é sim muito legal, e a gente não liga só para o vestibular não ( como você comentou em alguma das págs. acho que a de revisão de vanguardas, algo assim ). Sua aula é muito legal, podemos aplicar esses conhecimentos em outras matérias como geografia e história, e depois, conhecimento é sempre legal, viu ? Não desiste do que você faz, porque você está fazendo tudo certo.. nós que somos bobos e não aproveitamos direito !

TURINI VALINHOS disse...

SEMPRE PROMETERAM UM DEBATE FILOSÓFICO PARA O 3º VL SOBRE "Isso não é um cachimbo", SEMPRE QUIZ SABER OS PONTOS DE VISTA!!! :(

Taciana disse...

Poxa Turini!!! Se quiser, um dia podemos bater um papo sobre isso! Sério... Quem sabe algum sábado, depois do clube de cinema...